Carreiras Forex: 5 designações profissionais

Publicado por Javier Ricardo


Os futuros profissionais de finanças pessoais e gerenciamento de portfólio têm uma variedade de designações que podem melhorar sua especialização em seus respectivos campos.
Os negociantes de câmbio, por outro lado, nem sempre têm acesso semelhante aos mesmos tipos de programas abrangentes de aprimoramento de habilidades, como as designações de Certified Financial Planner e Chartered Market Analyst.


No entanto, existem várias alternativas de educação avançada que os comerciantes forex podem aproveitar para melhorar sua eficiência no campo.


Principais vantagens

  • Vários programas educacionais ajudam os comerciantes forex a aprimorar suas habilidades e ampliar seus conhecimentos em seu campo.
  • O programa Chartered Financial Analyst inclui objetivos de aprendizagem focados em tópicos de câmbio.
  • O programa CMT enfatiza as aplicações práticas dos padrões gráficos, que a maioria dos comerciantes forex entende.
  • A Commodities Futures Trading Commission exige que certos negociantes sejam aprovados no exame Series 34 Retail Off-Exchange Forex.

Analista financeiro credenciado (CFA)


Embora o programa CFA se concentre principalmente na avaliação de ações e gestão de carteiras, alguns dos objetivos de aprendizagem mais importantes dependem de um conhecimento prático de conceitos relacionados ao câmbio.


Por exemplo, os candidatos CFA devem aprender como consolidar as demonstrações financeiras de uma empresa que gera receita em mercados estrangeiros, como os movimentos da moeda afetam o risco patrimonial, a previsão das taxas de câmbio e os fundamentos básicos que impulsionam o mercado cambial.
 Com base em sua dificuldade e Com os diversos objetivos do programa CFA, os titulares de licenças comprovaram sua capacidade de aprender material financeiro complexo e ter um conhecimento sólido da indústria em geral.



Gerenciar a exposição cambial é um componente integral do processo de gerenciamento de portfólio.
Embora alguns gestores possam adotar uma abordagem passiva para a otimização do risco da taxa de câmbio, as principais instituições frequentemente empregam ativamente um gestor qualificado para cobrir o risco cambial associado à manutenção de investimentos internacionais.


À medida que a diversificação internacional se torna um componente crescente do processo de gestão de portfólio, o programa CFA aborda muitas das questões-chave com as quais os investidores devem estar familiarizados.

Gerente de Risco Financeiro (FRM)


O programa FRM também cobre um amplo espectro de tópicos quantitativos, como avaliação e modelagem de risco, gerenciamento de risco, medições de risco de crédito e medição de risco de mercado.



Aqueles que obtêm a designação de Financial Risk Manager ficam expostos a uma ampla variedade de oportunidades de carreira, como gestão de risco de investimento e análise de risco.
As operações de bancos, governos e fundos de hedge são fortemente impactadas pelo mercado cambial e, portanto, requerem especialistas em gestão de risco.


Quase todas as grandes organizações multinacionais dedicam esforços para mitigar os efeitos das flutuações cambiais adversas.
O Wal-Mart, por exemplo, pode comprar seus insumos da China em yuans e vender esses produtos a compradores mexicanos, recebendo pesos.


Se o yuan se valorizar enquanto o peso se desvaloriza em relação ao dólar americano, o Wal-Mart teria uma perda dupla de câmbio na compra e venda subsequente.
Em primeiro lugar, mais dólares teriam de ser gastos para comprar os produtos chineses e menos seria recebido dos compradores mexicanos. Uma vez que tal flutuação prejudicaria significativamente o desempenho da empresa, a exposição ao risco deve ser protegida de forma adequada.

Técnico de mercado credenciado (CMT)


Ser capaz de compreender os padrões de Fibonacci, Bollinger Bands®, pontos de pivô, formações de velas, Elliott Waves e outros padrões de gráficos é uma característica comum entre os comerciantes forex de sucesso.


Os especuladores, que normalmente implementam tais estratégias de análise técnica, constituem o maior componente dos volumes diários de negociação forex.
O programa Chartered Market Technician visa aprimorar as habilidades de análise técnica dos titulares da designação. Semelhante aos programas CFA e FRM, os exames CMT colocam uma forte ênfase na compreensão das aplicações práticas dos padrões gráficos.



A análise técnica pode ser usada para fins de portfólio pessoal ou para complementar as estratégias fundamentais das instituições.
Os gráficos podem frequentemente ajudar os analistas a compreender os componentes comportamentais exclusivos dos pares de moedas, que podem ser usados ​​para prever e prever movimentos futuros do forex. Depois de aprender como integrar padrões de gráficos com vários sinais econômicos, os titulares de cartas obtêm uma forte vantagem competitiva ao implementar estratégias comerciais complexas.

Doutor em Filosofia (Ph.D.)


Um Ph.D.
em quase todas as disciplinas quantitativas, como matemática, estatística, finanças ou economia, pode ser extremamente útil para os negociadores forex. Muitos modelos de gerenciamento de risco cambial dependem fortemente de um número excessivo de cálculos e dados de sensibilidade.


Uma simulação de Monte Carlo, por exemplo, freqüentemente requer milhares de possíveis manipulações de variáveis ​​para modelar de forma mais eficaz o desempenho de uma posição.
Mesmo a compreensão completa de ferramentas de análise mais básicas, como modelos de valor em risco, requer uma base matemática sólida.


Aqueles que obtiveram um Ph.D.
em economia estará frequentemente familiarizado com econometria e previsão de tendências econômicas. Essas habilidades são transferíveis para melhorar as habilidades de alguém no mercado cambial devido à estreita correlação entre a política econômica e as taxas de câmbio. Se, por exemplo, um economista prevê que a inflação europeia provavelmente cairá devido a uma política monetária rígida, a posição apropriada pode ser facilmente determinada.

Série 34


Passar no exame Series 34 Retail Off-Exchange Forex está longe de ser tão difícil quanto obter qualquer uma das três designações mencionadas acima ou concluir um Ph.D.


A série 34 inclui 40 questões de múltipla escolha que cobrem tópicos como cálculos de negociação forex, requisitos regulamentares forex e indicadores forex básicos.
 Embora este exame cubra apenas os fundamentos do mercado forex, é um requisito para aqueles que trabalham com clientes de varejo.


A Commodities Futures Trading Commission (CFTC) exige que os indivíduos que vendem produtos forex para clientes de varejo sejam aprovados no exame da Série 34.
Isso inclui “pessoas que solicitam pedidos, exercem autoridade comercial discricionária e operam pools com relação a forex de varejo fora da bolsa”.


The Bottom Line


O mercado cambial oferece muitas oportunidades de carreira diversificadas que muitas vezes ditarão as credenciais extras necessárias para entrar no mercado.
Normalmente, os corretores buscarão a série 34, os quants de fundos de hedge provavelmente terão PhDs, os gestores de risco tendem a buscar a designação FRM, os investidores institucionais provavelmente se beneficiarão da designação CFA e os traders frequentemente adotam o caminho CMT. Os indivíduos financeiros ambiciosos podem até combinar várias designações e programas para melhor atender às suas necessidades.