Como a inflação afeta a taxa de câmbio entre duas nações?

Publicado por Javier Ricardo


A taxa de inflação em um país pode ter um grande impacto sobre o valor da moeda do país e as taxas de câmbio que ele tem com as moedas de outras nações.
No entanto, a inflação é apenas um fator entre muitos que se combinam para influenciar a taxa de câmbio de um país.


É mais provável que a inflação tenha um efeito negativo significativo, em vez de um efeito positivo significativo, sobre o valor de uma moeda e a taxa de câmbio.
Uma taxa de inflação muito baixa não garante uma taxa de câmbio favorável para um país, mas uma taxa de inflação extremamente alta provavelmente terá um impacto negativo sobre as taxas de câmbio do país com outras nações.

Inflação e taxas de juros


A inflação está intimamente relacionada às taxas de juros, que podem influenciar as taxas de câmbio.
Os países tentam equilibrar as taxas de juros e a inflação, mas a inter-relação entre as duas é complexa e freqüentemente difícil de administrar. As taxas de juros baixas estimulam os gastos dos consumidores e o crescimento econômico, e geralmente influenciam positivamente o valor da moeda. Se os gastos do consumidor aumentarem a ponto de a demanda exceder a oferta, pode haver inflação, o que não é necessariamente um resultado ruim. Mas as taxas de juros baixas geralmente não atraem investimento estrangeiro. Taxas de juros mais altas tendem a atrair investimento estrangeiro, o que provavelmente aumentará a demanda pela moeda de um país. (Veja também, 
The Mundell-Fleming Trilema. )


A determinação final do valor e da taxa de câmbio da moeda de uma nação é a percepção da conveniência de possuir a moeda dessa nação.
Essa percepção é influenciada por uma série de fatores econômicos, como a estabilidade do governo e da economia de uma nação. A primeira consideração dos investidores em relação à moeda, antes de quaisquer lucros que possam realizar, é a segurança de manter ativos em dinheiro na moeda. Se um país for percebido como política ou economicamente instável, ou se houver qualquer possibilidade significativa de uma desvalorização repentina ou outra mudança no valor da moeda do país, os investidores tendem a se afastar da moeda e relutam em mantê-la por períodos significativos ou em grandes quantidades.

Outros fatores que afetam a taxa de câmbio


Além da segurança essencial percebida da moeda de uma nação, vários outros fatores além da inflação podem afetar a taxa de câmbio da moeda.
Fatores como a taxa de crescimento econômico de um país, sua balança comercial (que reflete o nível de demanda por bens e serviços do país), taxas de juros e nível de dívida do país são todos fatores que influenciam o valor de uma determinada moeda. Os investidores monitoram os principais indicadores econômicos de um país para ajudar a determinar as taxas de câmbio. Qual das muitas influências possíveis nas taxas de câmbio predomina é variável e sujeita a alterações. Em um determinado momento, as taxas de juros de um país podem ser o fator primordial na determinação da demanda por uma moeda. Em outro momento, a inflação ou o crescimento econômico podem ser os principais fatores.


As taxas de câmbio são relativas, especialmente no mundo moderno de moedas fiduciárias, onde virtualmente nenhuma moeda tem qualquer valor intrínseco, digamos, conforme definido em termos de ouro, pelo qual a moeda pode ser trocada.
O único valor da moeda de qualquer país é seu valor percebido em relação à moeda de outros países ou seu poder de compra interno. Essa situação pode influenciar o efeito que os insumos – como a inflação – têm sobre a taxa de câmbio de um país. Por exemplo, um país pode ter uma taxa de inflação geralmente considerada alta pelos economistas, mas se ainda for inferior à de outro país, o valor relativo de sua moeda pode ser superior ao da moeda do outro país.


Você pode querer ler mais sobre os fundamentos macro que afetam a economia.


Principais vantagens

  • A inflação está intimamente relacionada às taxas de juros, que podem influenciar as taxas de câmbio.
  • Outros fatores, como o crescimento econômico, a balança comercial (que reflete o nível de demanda por bens e serviços do país), as taxas de juros e o nível de dívida do país influenciam o valor de uma determinada moeda.
  • O mais poderoso determinante do valor e da taxa de câmbio da moeda de uma nação é a percepção da desejabilidade dessa moeda.