Como as empresas equilibram a oferta e a demanda de trabalho no planejamento de recursos humanos?

Publicado por Javier Ricardo - 22 fevereiro, 2021


As empresas podem usar o planejamento estratégico de recursos humanos (HRP) para prever as necessidades atuais e futuras de pessoal usando uma variedade de técnicas, mas o objetivo final é sempre limitar a exposição a excedentes ou escassez de mão de obra.
Os gerentes precisam antecipar o movimento de pessoas para dentro, dentro e fora de uma organização. Eles precisam ser capazes de se aproximar do nível de demanda futura por bens e serviços da empresa. Por último, eles precisam implementar processos e atividades que promovam as competências dos funcionários dentro da estrutura fornecida pelas estimativas de oferta e demanda.


A oferta de mão de obra, ou a quantidade de mão de obra exigida por uma empresa para cumprir seus objetivos de negócios, pode vir de dentro de uma organização ou de fontes externas.
Usando o planejamento estratégico de RH, uma empresa avalia o nível de habilidade e a produtividade geral da empresa. Tende a ser muito mais caro fazer novas contratações do que melhorar as habilidades existentes dos funcionários, o que significa que as empresas geralmente têm um forte incentivo para promover a produtividade internamente como primeira opção.

A Arte da Previsão


A previsão da demanda é mais difícil do que a previsão da oferta.
Sem surpresa, existem filosofias concorrentes sobre a melhor forma de abordá-lo. As empresas precisam avaliar o nível de demanda do consumidor no futuro e começar a construir uma infraestrutura para atender a essas demandas. Eles precisam entender suas taxas de rotatividade e o mercado de trabalho.


As empresas menores gravitam em torno de métodos menos técnicos e qualitativos.
As empresas maiores, onde é muito difícil avaliar os trabalhadores individuais usando “intuição”, devem confiar em uma certa quantidade de métricas estatísticas e análises de tendências. O planejamento da força de trabalho sempre envolve um certo grau de adivinhação. Mas seja qual for seu tamanho, as empresas com melhor reconhecimento, aquisição e cultivo de talentos têm uma grande vantagem competitiva.