Dinheiro quente

Publicado por Javier Ricardo - 8 maio, 2022


Hot money refere-se a uma estratégia de investimento de curto prazo que normalmente envolve o movimento rápido e frequente de dinheiro de um país para outro para lucrar com taxas de juros mais altas.


Descubra como funciona o hot money, como ganhou esse nome e se esse tipo de estratégia de investimento se encaixa na sua zona de conforto de investimento.

Definição e Exemplo de Hot Money


Embora não exista uma definição oficial do termo “hot money”, ele se refere a algo que acontece nos mercados financeiros.
Refere-se ao fluxo de fundos (ou capital) de país para país para que os investidores possam aproveitar as taxas de juros mais altas. O termo recebeu esse nome porque o dinheiro pode fluir rapidamente para a economia de um país e sair com a mesma rapidez.

  • Nome alternativo : Dinheiro especulativo
  • Definições alternativas : Como uma gíria na aplicação da lei, “dinheiro quente” pode se referir a dinheiro roubado


O dinheiro quente às vezes é chamado de “dinheiro especulativo” porque os fundos mudam rapidamente de uma moeda para outra.
Os investidores então tentam maximizar os lucros com base nas diferenças das taxas de juros ou na expectativa de que o valor da moeda do país se valorize em breve.


Digamos que as taxas de juros da China tenham saltado para 2% mais altas do que as dos EUA. Nessa situação, os investidores de hot money transfeririam rapidamente seus fundos de ativos de investimento dos EUA para comprar ativos na China.

Como funciona o dinheiro quente


O investimento em dinheiro quente normalmente envolve o fluxo frequente de fundos de uma economia com taxas de juros mais baixas para uma economia com taxas de juros mais altas.
O objetivo principal de usar uma estratégia de dinheiro quente é ganhar o máximo de dinheiro possível no menor tempo possível. Além das taxas de juros, o investimento em hot money também pode tirar proveito do valor crescente da moeda em um mercado emergente.

“Mercados emergentes” são países em desenvolvimento com indústrias e economias em rápido crescimento. Eles incluem Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul (BRICS).Os países atraem investidores de dinheiro quente oferecendo taxas de juros acima da média para atrair capital e apoiar o crescimento econômico.


Como os investidores de hot-money buscam constantemente lucros, os fundos são frequentemente transferidos entre países.
Como resultado, o dinheiro normalmente nunca fica no mesmo lugar por muito tempo. Isso torna o dinheiro “quente”. Os investimentos em dinheiro quente podem incluir investimentos em fundos mútuos, bem como simplesmente comprar moeda estrangeira e depositá-la em contas bancárias para receber os pagamentos de juros.

Estimando Hot Money


Como o fluxo de hot money é rápido e mal monitorado, o método para estimar os valores que ingressam na economia de um país não está bem definido.
Além disso, os totais de hot-money estão sujeitos a mudanças repentinas. A entrada de capital pode aumentar ou diminuir rapidamente, dependendo das condições econômicas que impulsionam o fluxo de dinheiro.


A maneira mais comum de estimar o fluxo de dinheiro quente de um país é subtraindo o superávit (ou déficit) comercial da economia e seu fluxo líquido de investimento estrangeiro direto (IDE) da variação das reservas externas do país.

Desvantagens do Hot Money


Os investimentos em dinheiro quente são uma faca de dois gumes porque, embora possam ser benéficos para trazer dinheiro para uma economia, também podem deixar um rastro de destruição.
Essa movimentação rápida de dinheiro dentro e fora dos mercados financeiros pode levar à instabilidade do mercado. Por exemplo, se a economia “A” cair em suas taxas de juros, os investidores de dinheiro quente começam a entrar em pânico e abandonar o barco. Isso pode criar uma saída repentina e rápida de dinheiro dessa economia, à medida que os investidores buscam destinos mais atraentes para seus fundos.


Enquanto isso, a própria natureza do hot money significa que uma saída rápida de uma economia normalmente leva a uma entrada repentina de capital em outra economia.
Curiosamente, isso pode produzir algumas consequências indesejadas para a economia que recebe os influxos de capital. Por exemplo, pode alimentar a inflação, causar superinvestimento sistêmico e sobrecarregar o sistema bancário. Para aliviar esses efeitos adversos, os países podem tentar impor controles de capital.

Os controles de capital são políticas e restrições monetárias que os países colocam em prática para obter controle sobre as entradas e saídas de dinheiro quente para a economia.

Acontecimentos Notáveis


Em 2008, a China recebeu uma forte entrada de hot money de investidores que buscavam lucros de curto prazo.
Durante esse período, o Federal Reserve dos EUA baixou as taxas de juros para 2%, enquanto as taxas de juros da China subiram para 4,14%. Isso levou os investidores a transferir seus investimentos dos EUA para a China para obter retornos mais altos. De acordo com estimativas chinesas, a quantidade de dinheiro quente recebido totalizou algo entre US$ 500 bilhões e US$ 1,75 trilhão.


Como resultado, alguns economistas culparam o influxo repentino de capital por exacerbar os problemas de inflação já existentes na China.
O grande fluxo de dinheiro quente criou um aumento acentuado na oferta de dinheiro da China, o que fez com que os preços aumentassem em coisas como alimentos. As tentativas da China de diminuir a entrada de dinheiro quente vendendo títulos só resultaram em taxas de juros ainda mais altas que atraíram ainda mais dinheiro quente.
Juntamente com a lenta economia dos EUA e a valorização da moeda chinesa, eles foram pegos em uma situação “Catch-22”.

O que isso significa para investidores individuais


Investir em dinheiro quente não é para os fracos de coração.
Essa estratégia arriscada pode levar a ganhos significativos, bem como grandes perdas.


Sempre que há qualquer sinal de queda do mercado, os investidores de hot-money são os primeiros a agir e transferir seus fundos para mercados mais favoráveis.
Isso significa que essa estratégia de investimento requer monitoramento regular das carteiras de investimento e estar sempre a par dos acontecimentos do mercado.

Prós e contras do dinheiro quente

Prós

  • Mercados emergentes trazem dinheiro
  • Promove o crescimento económico, cria empregos
  • Os investidores podem obter lucro rapidamente
Contras

  • Inflação
  • Instabilidade do mercado
  • Investidores podem enfrentar políticas monetárias repentinas

Prós explicados


Quando se trata de vantagens para os mercados emergentes, o hot money ajuda a trazer dinheiro rapidamente para ajudar a promover o crescimento econômico e criar empregos.
Para os investidores, a vantagem mais significativa é obter os maiores lucros o mais rápido possível em seus investimentos.

Contras explicados


Por outro lado, a desvantagem para os mercados emergentes é a inflação, a sobrevalorização da moeda e a instabilidade do mercado.
Para o investidor, uma grande desvantagem surge quando as políticas monetárias são implementadas para impedir o fluxo fácil de hot money para dentro e para fora das economias emergentes.


Principais conclusões

  • “Hot money” refere-se a uma estratégia de investimento de curto prazo para ganhar o máximo de dinheiro possível em um curto espaço de tempo.
  • O investimento em dinheiro quente envolve a movimentação frequente e rápida de dinheiro de um país com taxas de juros mais baixas para um país com taxas de juros mais altas.
  • Influxos repentinos de dinheiro quente podem ter consequências indesejadas, como a inflação.
  • Hot money pode ter outros significados não oficiais que se referem a dinheiro roubado ou fazer apostas.