Heurísticas

Publicado por Javier Ricardo

O que são heurísticas?


Uma heurística, ou técnica heurística, é qualquer abordagem para solução de problemas que usa um método prático ou vários atalhos para produzir soluções que podem não ser ótimas, mas são suficientes em um período de tempo ou prazo limitado.
Os métodos heurísticos são flexíveis e usados ​​para decisões rápidas, especialmente quando encontrar uma solução ideal é impossível ou impraticável e quando se trabalha com dados complexos.


Principais vantagens

  • Heurísticas são métodos para resolver problemas de uma maneira rápida que fornece um resultado que é suficiente para ser útil dadas as restrições de tempo.
  • Os investidores e profissionais financeiros usam uma abordagem heurística para agilizar as análises e as decisões de investimento.
  • A heurística pode levar a uma má tomada de decisão com base em um conjunto de dados limitado, mas a velocidade das decisões às vezes pode compensar as desvantagens.

Noções básicas sobre heurísticas


Os vários avanços e inovações da tecnologia digital interromperam aspectos de muitos setores diferentes, incluindo finanças, varejo, mídia e transporte.
Algumas atividades diárias tornaram-se obsoletas; por exemplo, os cheques são depositados em contas bancárias sem visitar uma agência local, os produtos e serviços são comprados online e a comida para viagem é entregue por aplicativos de entrega de serviço de alimentação. Toda essa nova tecnologia cria dados, que são cada vez mais compartilhados por vários setores e indústrias. Um profissional em qualquer setor pode trabalhar com montes de dados complexos para resolver um problema. Métodos heurísticos podem ser empregados para ajudar na complexidade dos dados, devido ao tempo e recursos limitados.

Vantagens e desvantagens do uso de heurísticas


As heurísticas facilitam as decisões oportunas.
Os analistas em todos os setores usam regras básicas, como suposições inteligentes, tentativa e erro, o processo de eliminação, fórmulas anteriores e a análise de dados históricos para resolver um problema. Os métodos heurísticos tornam a tomada de decisões mais simples e rápida por meio de atalhos e cálculos bons o suficiente.


Existem compensações com o uso de heurísticas que tornam a abordagem propensa a vieses e erros de julgamento.
A decisão final do usuário pode não ser a solução ideal ou a melhor, a decisão tomada pode ser imprecisa e os dados selecionados podem ser insuficientes (levando a uma solução imprecisa para um problema). Por exemplo, investidores imitadores muitas vezes imitam o padrão de investimento de gestores de investimentos bem-sucedidos para evitar pesquisar títulos e as informações quantitativas e qualitativas associadas por conta própria.


Os investidores imitadores esperam que as fórmulas usadas por esses administradores gerem lucros continuamente, mas nem sempre é assim.
Por exemplo, o crash da Valeant Pharmaceutical International foi um choque para os investidores; a empresa viu suas ações despencarem 90% de 2015 a 2016. Valeant era uma ação mantida nas carteiras de muitos gestores de fundos de hedge e dos investidores que as copiavam.

Exemplo de heurística


Um método de atalho popular na solução de problemas é chamado de heurística de representatividade.
A representatividade usa atalhos mentais para tomar decisões com base em eventos ou características passadas que são representativas ou semelhantes à situação atual. Digamos, por exemplo, que a Fast Food ABC expandiu suas operações para a Índia e o preço de suas ações disparou. Um analista observou que a Índia é um empreendimento lucrativo para todas as redes de fast food. Portanto, quando a Fast Food XYZ anunciou seu plano de explorar o mercado indiano no ano seguinte, o analista não perdeu tempo em dar à XYZ uma recomendação de “compra”.


Embora sua abordagem de atalho tenha economizado a revisão de dados para ambas as empresas, pode não ter sido a melhor decisão.
O Fast Food XYZ pode ter comida que não é atraente para os consumidores indianos, o que a pesquisa teria revelado. 


Ancoragem e ajuste são outra abordagem heurística prevalente.
Com a ancoragem e o ajuste, uma pessoa começa com um número ou valor-alvo específico – chamado de âncora – e subsequentemente ajusta esse número até que um valor aceitável seja alcançado com o tempo. O principal problema com esse método é que, se o valor da âncora inicial não for o valor verdadeiro, todos os ajustes subsequentes serão sistematicamente inclinados em direção à âncora e para longe do valor verdadeiro.


Um exemplo de ancoragem e ajuste é quando um vendedor inicia negociações com um preço muito alto (ou seja, muito acima do valor justo).
Como o preço alto é uma âncora, o preço final tenderá a ser mais alto do que se o vendedor de carros tivesse oferecido um preço justo ou baixo para começar.