Por que o futuro superciclo aumentará os estoques de videogames

Publicado por Javier Ricardo


As ações de videogames, como Electronic Arts Inc. (EA), Activision Blizzard Inc. (ATVI) e Take Two Interactive Software Inc. (TTWO), aumentaram espetacularmente nos últimos cinco anos, mas sofreram um grande sucesso no ano passado e ficaram atrás do resto do mercado.
Esse desempenho inferior está prestes a mudar. O lançamento de novos consoles de jogos aprimorados nos próximos anos irá alimentar a crescente demanda por videogames e ajudar a reviver os estoques de seus fabricantes, de acordo com a Barron’s.   


Principais vantagens

  • As ações de videogames ficaram atrás do mercado no ano passado.
  • Sony e Microsoft lançarão novos consoles de jogos em 2020.
  • Os estoques de jogos caíram em média 26% no ano antes dos lançamentos de console.
  • O aumento dos eSports também pode impulsionar os estoques de videogames.

O que isso significa para os investidores


A Sony Corp. (SNE) anunciou recentemente o lançamento de seu mais novo console, o PlayStation 5, que irá competir com o próximo console da rival Microsoft Corp. (MSFT), de codinome Project Scarlett.
Ambos os consoles devem chegar bem a tempo para a temporada de férias de 2020, dando início a um novo ciclo de console de videogame que ocorre a cada cinco a oito anos. Isso significa que um novo ciclo de videogames também estará começando. 


Os consoles de videogame e os videogames são o que os economistas chamam de bens complementares.
Como café e creme, quando a demanda por um aumenta, também aumenta a demanda pelo outro. “Se você é um jogador, se você gastar US $ 400 a US $ 500 em um console, obviamente vai comprar alguns jogos também”, disse o analista da Jefferies, Alex Giaimo. “Isso cria demanda do consumidor.”


O ciclo do console de videogame tende a gerar retornos de ações junto com ele, não apenas para os fabricantes de console, mas também para os editores de jogos.
Durante os 12 meses anteriores ao lançamento de grandes consoles em 2000, 2005 e 2013, as ações da Activision, Take-Two e Electronic Arts superaram o amplo mercado de ações em uma média de 26%, de acordo com a análise feita por Cowen, conforme relatado pela Barron’s.


Outro fator que pode ajudar a impulsionar as vendas de videogames e os retornos de ações é a popularidade crescente dos esportes eletrônicos.
Citando uma pesquisa da empresa de análise de eSports Newzoo, Laura Martin, analista da Needham, diz que a audiência de eSports deve crescer 14% ao ano, para um total de 645 milhões em 2022. Martin está otimista tanto com a Electronic Arts quanto com a Activision, apesar da Activision ter recebido uma reação recente sobre o banimento um jogador de eSports por comentários feitos em apoio aos protestos em Hong Kong.

Olhando para a Frente


O aumento do streaming online e dos jogos em nuvem representa uma ameaça formidável para a indústria de jogos tradicionais.
No entanto, até agora, os jogos no universo de streaming não têm sido páreo para as grandes franquias de jogos, e há uma série de obstáculos técnicos que impedem os jogos em nuvem de oferecer a melhor experiência de jogo, pelo menos por enquanto. 


“Pode levar anos, não trimestres, antes que os produtos de jogos em nuvem se tornem alternativas viáveis ​​em escala para a maioria dos jogadores”, disse Brian Nowak, do Morgan Stanley, ao The Wall Street Journal.